quarta-feira, 25 de julho de 2012

PRN: A Aliança Mundial contra a Hepatite dá as boas vindas à Nova Estrutura Global, destinada a salvar as vidas de milhões que vivem com hepatite

A Aliança Mundial contra a Hepatite dá as boas vindas à Nova Estrutura Global, destinada a salvar as vidas de milhões que vivem com hepatite

 
[2012-07-25]
 

GENEBRA, July 25, 2012 /PRNewswire/ --



A Aliança clama aos governos para apoiarem a estratégia da OMS, definindo metas regionais para erradicar esta doença mortal

A Aliança Mundial contra a Hepatite já saudou hoje o lançamento da estrutura da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a hepatite, quando a comunidade global de pacientes marca o Dia Mundial contra a Hepatite. Prevenção e Controle de Infecção de Hepatites Virais: A Estrutura da Ação Global'[1] fornece uma visão global para a prevenção e controle da hepatite viral e apresenta quatro eixos de ação para regiões e países desenvolverem estratégias e planos eficazes de acordo com sua carga específica de hepatite e desafios.

"A hepatite está mais perto do que você pensa, com aproximadamente 1 em cada 12 pessoas que vivem com hepatites B ou C em todo o mundo", disse Charles Gore, Presidente da Aliança. "O lançamento da Estrutura da OMS é um passo essencial na luta contra esta epidemia global."

O lançamento da Estrutura surge dois anos após o acordo de uma resolução histórica da Assembleia Mundial de Saúde (AMS) sobre hepatite viral (WHA63.18), que pela primeira vez descreveu o que se espera dos governos para proporcionar uma melhoria na conscientização, prevenção, vigilância, diagnóstico e tratamento de hepatite viral. Alinhado a essa resolução, o Secretariado da OMS estabeleceu um Programa Mundial de Hepatite no seu Departamento de Doenças Pandêmicas e Epidêmicas, com os pontos focais nos seis escritórios regionais, para implementar a resolução e alcançar os objetivos definidos na nova estrutura de trabalho.

Continua o Sr. Gore: "Com a resolução da AMS, e agora com a Estrutura de Trabalho da OMS para a ação, estamos ganhando força na luta contra a hepatite, mas muito mais precisa ser feito para sensibilizar a consciência sobre esta doença mortal. O desafio para os governos agora é ação desta nova Estrutura. É fundamental que sejam definidos objetivos específicos em termos regionais para garantir resultados mensuráveis."

O Dia Mundial contra a Hepatite oferece uma oportunidade para as comunidades em todo o mundo se unirem para aumentar a conscientização sobre a hepatite e promoverem de maneira importante ações de enfrentamento. Para marcar o Dia Mundial contra a Hepatite de 2012, a Aliança lançou um esforço mundial para tentar entrar para o Guinness World Record (Livro Guinness dos Recordes), destacando o enorme sub-diagnóstico da hepatite. O objetivo é ter o maior número de pessoas realizando as ações em "não vejo, não ouço, não falo" em 24 horas em vários lugares ao redor do mundo. Os países que participam atualmente da tentativa do recorde incluem: Alemanha, Austrália, Nova Zelândia, Reino Unido, Bangladesh, Nigéria, Malásia, Índia, Romênia, China, Ucrânia, Canadá e Japão. Há também a campanha "não vejo, não ouço, não falo" no Twitter (#seehearspeakno), que incentiva as pessoas a tuitar uma imagem de si próprio executando um dos três gestos (ou um grupo de três pessoas que executam todos os três), com a foto que está sendo adicionada a um álbum de fotografias online em expansão.

Aproximadamente 500 milhões de pessoas vivem com hepatites B ou C em todo o mundo Se não for tratada e controlada, a hepatite B ou C pode causar cicatrização avançada do fígado (cirrose) e outras complicações, inclusive câncer hepático ou falência do fígado. Juntas, as hepatites B e C matam aproximadamente um milhão de pessoas por ano.

Aliança mundial contra a hepatite

A Aliança Mundial contra a Hepatite fornece liderança global e apoia a ação que deverá interromper o número de mortes e melhorar a vida das pessoas que vivem com as hepatites virais crônicas B e C. Por meio de uma melhor sensibilização, prevenção, cuidados, apoio e acesso ao tratamento, o nosso objetivo final é trabalhar com os governos para erradicar essas doenças do planeta.

A Aliança Mundial contra a Hepatite é uma Organização Não Governamental com mais de 140 organizações de pacientes membros em mais de 60 países. A Aliança Mundial contra a Hepatite é comandada por um conselho, composto inteiramente de pacientes de hepatite B ou C e eleitos pelos grupos de pacientes de seis regiões do mundo da OMS: África, Américas, Mediterrâneo Oriental, Europa Américas, do Sudeste Asiático e do Pacífico Ocidental. Para obter mais informações visite: http://www.worldhepatitisalliance.org

Aliança mundial contra a hepatite - buscando um mundo sem hepatite viral B e C.

Dia Mundial contra a Hepatite

No dia 28 de julho de 2012, a Aliança mundial contra a Hepatite coordenará o quinto Dia Mundial contra a Hepatite. O Dia Mundial contra a Hepatite é apenas um dos quatro dias oficiais de conscientização sobre doenças endossado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e seus 194 estados membros. O objetivo para 2012 é continuar a aumentar a consciência da hepatite crônica B e C em todo o mundo e para impulsionar a mudança política de melhoria nos resultados da saúde para os pacientes através da campanha "Isto é hepatite ... está mais perto do que você imagina". O tema foi desenvolvido com base na campanha do ano anterior, "Isto é hepatite... Conheça. Confronte. A hepatite afeta todas as pessoas, em qualquer lugar".

Referências

1. Organização Mundial da Saúde. Prevenção e Controle de Infecção de Hepatites Virais: Estrutura para Ação Global . Publicado em julho de 2012. Disponível em: http://www.who.int/csr/disease/hepatitis/Framework/en/index.html


segunda-feira, 23 de julho de 2012

PRN: Desvitalização Versus Implantes: na Dúvida Escolha Manter os Seus Dentes

Desvitalização Versus Implantes: na Dúvida Escolha Manter os Seus Dentes

 
[2012-07-23]
 

CARDIFF, País de Gales, July 23, 2012 /PRNewswire/ --

A Sociedade Europeia de Endodontologia recomenda que as vantagens e desvantagens de cada tratamento sejam cuidadosamente avaliadas

Dentes naturais ou dentes artificiais? Essa é a questão. Todos os anos, milhares de pacientes têm de decidir entre salvar um dente por meio da desvitalização ou extrair o dente e vê-lo substituído por uma forma artificial de dentição. A Sociedade Europeia de Endodontologia (ESE) aconselha os pacientes a considerar as opções de tratamento de forma cuidadosa, tendo em mente as consequências a longo prazo. Recentemente, tem-se registado uma tendência para extrair e substituir dentes, que poderiam ter sido salvos com desvitalizações, com implantes, colocados dentro do osso maxilar. Embora manter ou extrair os dentes tenha vantagens e desvantagens, é óbvio que deverá ser dada prioridade aos tratamentos que podem salvar a dentição natural, e assim, evitar a necessidade de substituir os dentes com próteses artificiais - dentes falsos.

Infelizmente, muitos milhões de dentes continuam a ser extraídos todos os anos na Europa. Na grande maioria dos casos, uma desvitalização poderia ter salvo estes dentes. O benefício de um implante ou prótese será substituir dentes que já não existem. Assim, no que diz respeito a implantes ou dentes artificiais, a questão não deve ser "dentes naturais versus dentes artificiais," mas sim "sem dentes versus implantes/dentes artificiais?"

Uma desvitalização de alta qualidade consegue preservar um dente, desde que sejam mantidos bons hábitos de higiene orais e consequentes cuidados clínicos centrados no paciente. Embora os implantes sejam uma solução potencial para dentição inexistente, não são, de forma nenhuma, mais bem-sucedidos do que o tratamento de canais em dentes natural. De facto, os implantes precisam, muitas vezes, de um maior acompanhamento de manutenção e custos extra para garantir a sua sobrevivência. A maioria dos pacientes preferiria manter a sua dentição natural do que ter implantes ou qualquer outra forma de dentes falsos.

Quer as desvitalizações quer os implantes são procedimentos sem dor, graças às técnicas modernas de anestesia local. No entanto, a extração e substituição de um dente por um implante ou prótese dentária é, inevitavelmente, mais dispendioso do que um tratamento de desvitalização seguido de uma restauração adequada do dente natural. Mais ainda, os dentes naturais permitem aos pacientes mastigarem de forma mais eficaz. De facto, depois de uma desvitalização bem-sucedida, o dente continua a funcionar como outro dente qualquer, garantindo a mastigação confortável e uma aparência natural. Com dentes falsos, a mastigação acaba por ficar afetada e é menos agradável.

Independentemente da eficácia das próteses dentárias modernas, nenhum dente artificial é capaz de substituir, de forma plena, o dente natural. Da perspetiva dos pacientes, preservar os dentes é fácil e compensa o esforço, com o bónus acrescido de continuar com dentes saudáveis e naturais para o resto das suas vidas. Infelizmente, existe uma tendência para, desnecessariamente, substituir dentes, que poderiam ser preservados, por implantes. Os dentistas têm de garantir que os doentes recebem a informação e os conselhos corretos, permitindo assim que disfrutem dos melhores cuidados dentários.

http://www.e-s-e.eu

LEWIS PR
Katrin Zwingmann
+49(0)211-522-946-0
katrinz@lewispr.com

sexta-feira, 20 de julho de 2012

PRN: Massa Luta com todas as Forças para Segurar o seu Lugar na Ferrari na Próxima Época

Massa Luta com todas as Forças para Segurar o seu Lugar na Ferrari na Próxima Época

 
[2012-07-20]
 

PARIS, July 20, 2012 /PRNewswire/ --

Análise geral do Campeonato de F1 de 2012, a meio da temporada, da bwin

Graças ao piloto espanhol Fernando Alonso, que lidera actualmente o campeonato de pilotos com 129 pontos, a equipa da Ferrari (152 pontos) concentra-se agora em perseguir a equipa Red Bull (que lidera com 216 pontos) no campeonato dos construtores e o colega de equipa, o brasileiro Felipe Massa, tem pontuado de forma significativa, não apenas para a equipa mas também para o seu futuro na Ferrari.

Alonso tem tido um forte desempenho até agora na temporada de Fórmula 1 de 2012, tendo alcançado um lugar no pódio quatro vezes nas últimas cinco corridas. Além disso, graças ao colega de equipa Felipe Massa, que está finalmente a regressar à sua forma habitual à medida que conquista pontos importantes para a sua equipa, o sucesso da Ferrari tem sido muito constante até à data. Uma combinação de esforço de equipa e dos desempenhos individuais de Alonso e Massa fez com que a equipa ultrapassasse a McLaren e se aproximasse cada vez mais da Red Bull no campeonato.

Desde o Grande Prémio do Mónaco, temos visto um desempenho cada vez melhor por parte do piloto brasileiro, que parece ter encontrado a sua confiança novamente depois do seu melhor resultado pessoal em Silverstone (5.º lugar) em 2012. Massa, atualmente na 13.ª posição, pretende agora alcançar o top cinco até ao final da temporada. Será que o seu entusiasmo lhe irá garantir o lugar na Ferrari na próxima época? A Ferrari não espera que ele ultrapasse o seu companheiro de equipa, mas para se pretendem perseguir a equipa Red Bull, a equipa precisa de ver resultados e marcar pontos, quer por parte de Alonso, quer por parte de Massa, nas próximas 11 corridas.

A meio da temporada, a tabela do campeonato de construtores está numa posição interessante. A Red Bull lidera com 216 pontos, obtendo 40 pontos com o primeiro lugar de Webber e o terceiro lugar de Vettel no Grande Prémio do Reino Unido, e continua a ser a equipa favorita de construtores para vencer o campeonato. Por outro lado, a equipa da Ferrari, a melhorar de forma rápida (atualmente, com 152 pontos) e com os fortes pilotos Alonso e Massa, tem demonstrado ter a determinação para perseguir a equipa austríaca.

O porta-voz da bwin comenta: "Quer Massa, quer Alonso sabem que precisam de pontuar nas próximas corridas. Atualmente, Massa está 50 pontos abaixo dos necessários para fazer parte do top cinco. É um longo caminho a percorrer, especialmente porque Webber e Vettel parecem estar famintos pelo título e precisam de acelerar para apanhar Alonso. Esta tem sido a temporada mais competitiva dos últimos anos, sem equipa ou pilotos dominantes a meio do caminho. Será interessante ver que pilotos se irão sentar nos carros na próxima temporada e tudo se irá resumir ao desempenho dos pilotos e das equipas nas próximas corridas."

A bwin oferece ótimas odds para o próximo Grande Prémio Alemão em Hockenheim, com os construtores Red Bull (2.2), Ferrari (4.75) e McLaren (5.5) como favoritos para vencer a corrida. Vettel é o piloto favorito, com odds de 3.5 para vencer no seu país natal, sendo o Alonso o segundo favorito (5.0) e as odds de Massa de 26.

Contato:

Porta-voz da bwin - Warren Lush, Warren.Lush@bwinparty.com

http://www.bwin.com

Contatos de imprensa:

Para mais informação, por favor contacte Rosie Everard rosie.everard@stickyeyes.com ou Charlayne Iwanczuk charlayne.iwanczuk@stickyeyes.com / +44(0)113-391-2929.

terça-feira, 10 de julho de 2012

PRN: Jogos Olímpicos e Campeonato Europeu de Futebol: Os preços de hotel também competem para bater recordes

Jogos Olímpicos e Campeonato Europeu de Futebol: Os preços de hotel também competem para bater recordes

 
[2012-07-10]
 

NUREMBERGA, Alemanha, 10 de Julho de 2012 /PRNewswire/ -- Atualmente, em algumas metrópoles europeias os preços e a capacidade máxima dos hotéis são controlados principalmente por eventos desportivos. hotel.info, o serviço de reservas online gratuito, com mais de 210 000 hotéis de todo o mundo, apresenta a evolução dos preços de alojamento, incluindo os hoteleiros do Campeonato Europeu de Futebol e dos Jogos Olímpicos.

  • Alojamento mais barato em Lisboa
  • Varsóvia apresenta-se no Campeonato Europeu de Futebol com uma subida clara do preço dos quartos
  • Londres destrona Moscovo como cidade mais cara da Europa

Nas capitais europeias, Londres, Varsóvia e Kiev, o desporto está em foco. Assim começam os Jogos Olímpicos na capital do Reino Unido no final de julho. Os preços de alojamento dispararam ainda durante a preparação para o evento. Em maio de 2012, com um aumento de 13,68 % para 178,08 euros, Londres destronou a metrópole russa, Moscovo, do primeiro lugar da tabela das cidades europeias mais caras.

Por outro lado, os preços de alojamento em Varsóvia e Kiev apresentaram uma forte influência do Campeonato Europeu de Futebol. Após a subida dos preços de quarto na capital da Ucrânia que se verificava há cerca de um ano, e também por ter sido alvo de graves discussões nos últimos meses, foi acordada uma descida dos preços, pelo menos para maio de 2012, de quase 15 % em relação ao mês homólogo do ano anterior.

O comunicado de imprensa completo pode ser encontrado aqui: http://www.hotel.info/Press.aspx?item=1683&mode=article&lng=PT

Contacto de imprensa:

Aleksander Szumilas
hotel.info
Hugo-Junkers-Straße 15-17
90411 Nuremberga
Alemanha
Tel.: +49-(0)911-59832-0
Fax: +49-(0)911-59832-11
E-mail: presse@hotel.info
URL: www.hotel.info

segunda-feira, 9 de julho de 2012

PRN: Wall Street Institute Lança Jogo Inovador para Aprendizagem de Língua Baseado em Artigos Adaptados do Financial Times

Wall Street Institute Lança Jogo Inovador para Aprendizagem de Língua Baseado em Artigos Adaptados do Financial Times

 
[2012-07-09]
 

- Jogo Disponível Exclusivamente para os Fãs da Página do Wall Street Institute no Facebook, através de uma nova Aplicação

BALTIMORE, 9 de Julho de 2012 /PRNewswire/ -- O Wall Street Institute, uma empresa da Pearson e o principal fornecedor mundial de instrução em língua inglesa para adultos, lançou a AppGrade, um novo e excitante jogo pedagógico desenhado para ajudar as pessoas a aprenderem inglês. O jogo baseia-se em artigos adaptados do The Financial Times, o principal fornecedor mundial de artigos, comentários e análises sobre o mundo empresarial. A aplicação está disponível exclusivamente no Facebook para os 300 mil fãs da empresa espalhados por todo o mundo.

(Photo: http://photos.prnewswire.com/prnh/20120709/PH35990)

O jogo pedagógico centra-se num artigo semanal do Financial Times, adaptado a quem está a aprender inglês e publicado num ambiente social. Isto encoraja os utilizadores a desafiarem e a partilharem o seu sucesso com os seus amigos. Os jogadores acumulam pontos respondendo a questões sobre o artigo e progridem no jogo com base na pontuação que alcançam todas as semanas.

"Os jogos educacionais são ferramentas de aprendizagem fantásticas", disse David Kedwards, CEO, Wall Street Institute. "Envolvem até mesmo os alunos casuais e motivam as pessoas a atingirem níveis mais avançados no jogo. Quanto mais pessoas jogarem, mais aprendem."

O jogo faz parte do conjunto de produtos ForToday da empresa, lançado no final do ano passado. Através do ForToday, os alunos do WSI têm acesso a:

  • Exercícios de aprendizagem de língua com base em artigos do Financial Times
  • Aulas de língua adicionais, que se concentram nos artigos
  • Acesso ilimitado ao FT.com

A aplicação para o Facebook oferece uma breve pré-visualização de 10 artigos adaptados do Financial Times a todos os fãs do Wall Street Institute no Facebook, independentemente de serem alunos inscritos na instituição ou de apenas estarem interessados em aprender inglês. Os jogadores podem encontrar a aplicação em https://apps.facebook.com/appgrade. Em breve, estará disponível uma versão móvel do jogo.

O conjunto completo de produtos ForToday está disponível, sem custos adicionais, a todos os alunos do Wall Street Institute, que estão realmente a tirar partido destas ferramentas de aprendizagem suplementares. Cada artigo ForToday é lido por uma média de 4500 alunos e obtém 55 comentários. Mais de 3000 alunos tornaram-se subscritores activos do FT.com, desde o lançamento do produto no final do ano passado.

O Wall Street Institute continua a desenvolver ferramentas adicionais para ajudar a encorajar e a motivar as pessoas a atingir os seus objectivos linguísticos. A nova app interativa no Facebook é um acrescento positivo à oferta de produtos da Empresa.

Sobre o Wall Street Institute

O Wall Street Institute é o principal fornecedor mundial de instrução em língua inglesa para adultos. O Wall Street Institute instruiu já mais de 2 milhões de alunos em 450 centros, em 27 países. A empresa é propriedade da Pearson, a empresa educativa.

Sobre a Pearson

A Pearson é a empresa líder mundial na área da educação. O nosso negócio na área da educação combina 150 anos de experiência na área da publicação com a mais recente tecnologia e apoio online. Ajudamos as pessoas a aprender o que quer que seja, onde quer que estejam e da forma como queiram.